Curiosidades

Pancreatite Canina

Pancreatite em Cães 

pancreatite canina

A pancreatite canina é uma daquelas doenças que é importante que todos os donos de cachorros devem conhecer para assim ajudar o seu cachorro com o futuro tratamento. A definição médica de pancreatite é simples: “inflamação do pâncreas”.

A pancreatite em cães pode ser uma doença muito perigosa, e se o seu cachorro tiver suspeita dessa doença, ele deve ser tratado por um veterinário o mais rápido possível.

Pâncreas Função:

O pâncreas é responsável pela liberação de enzimas que auxiliam na digestão. Quando o órgão está funcionando normalmente, as enzimas ficam ativas somente quando chegam ao intestino delgado. Em um cachorro com pancreatite, no entanto, as enzimas são ativadas quando são liberadas, inflamando e causando danos ao pâncreas e a outros órgãos. Essas enzimas podem realmente começar a digerir o próprio pâncreas, o que causa extrema dor no seu cachorro.

Pancreatite em Cães Sintomas:

Caso seu cachorro mostre esses sinais corra para o seu veterinário. Agora vamos conhecer o que pode causar a pancreatite canina.

Pancreatite Canina Causas

Existem várias causas e fatores que podem causar pancreatite canina. veja os motivos que você deve evitar para que o seu cachorro não obtenha essa doença.

  • Dieta rica em gordura
  • Obesidade
  • Hipotireoidismo
  • Diabetes

cachorro gordo

Cachorros com uma dieta cheia de produtos com gordura pode ser uma das causas que para que o seu cachorro desenvolva a pancreatite. Evite oferecer ao seu cachorro guloseimas como doces, pães, alguns tipos de frutas. A melhor forma de alimentar o seu cachorro é usando ração de cachorro de qualidade. A comida humana é perigosa, embora até comida de cachorro rica em gordura possa causar pancreatite.

Como dono você deve ficar atento e ser disciplinado, quando fizer um churrasco ou uma festa na sua casa avise os convidados para não alimentar o seu cachorro com comida humana. Existem casos de predisposição genética, onde cachorros que já tiveram a pancreatite canina podem desenvolver essa doença mais facilmente.

Razões para Pancreatite Canina

Basicamente a pior coisa a fazer é alimentá-lo com uma dieta gordurosa. Esta é uma das muitas razões pelas quais não é aconselhável dar aos seus restos de comida de humanos para cães, por mais tentador e difícil que seja.

Pancreatite em cães, diagnostico:

  • Histórico médico do seu cão
  • Exames de sangue para medir enzimas pancreáticas
  • Exame físico incluindo estômago, gengivas, coração, temperatura
  • Radiografias ou ultrassonografia
  • Biopsia com agulha fina no pâncreas

Qual é a diferença entre pancreatite aguda e crônica?

Pancreatite aguda em cães 

Um ataque agudo de pancreatite canina significa que a doença surge de repente, sem prévia aparição da condição anterior. Pode se tornar fatal para outros órgãos se a inflamação se espalhar.

Pancreatite Crônica em cães 

Uma condição crônica é aquela que se desenvolveu ao longo do tempo, lentamente e muitas vezes sem sintomas.

Ambas as formas aguda e crônica podem ser graves ou leves, e ambos resultam em dor.

Tratamento da Pancreatite em Cães

As opções mais comuns de tratamento são:

Antiemético para vômito (para evitar desidratação)
Reter comida e água por 24 horas
Monitoramento da ingestão de gordura – nenhuma guloseima poderá ser permitida
Uso de uma dieta de prescrição de alimentos com baixo teor de gordura
Refeições menores e mais frequentes

É importante reiterar que a pancreatite é uma DOENÇA SERIA, portanto os remédios caseiros não devem ser usados ​​no lugar da intervenção veterinária. Sempre fale com seu veterinário antes de oferecer qualquer suplemento ao seu animal de estimação.

Ler e Compartilhar:

Queda de pelos em cachorros

Qual o cachorro mais bonito do mundo?

Conheça os nossos filhotes

Deixe um comentário, suas ideias são importantes para Pet Caramelo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.