Animais Selvagens

Peixe que dá choque

Peixes Elétricos

peixe que da choque

Porque alguns peixes dão choque?

Separamos nesse post 5 peixes incríveis que dão choque para enxergar, se defender ou atacar as suas presas, no final desse post tem um vídeo surpreendente de peixes elétricos atacando suas e se defendendo. Os órgãos elétricos são órgãos especializados, derivados dos músculos ou do axônio das células nervosas, que podem gerar corrente elétrica, desde a captura da presa (eletro paralisia) até a defesa, orientação (eletro-localização, similar à maneira como os morcegos e golfinhos usam ultrassonografias ecolocalização), ou como meio de comunicação, para acasalamento, alimentação ou defesa do território. Os peixes elétricos, que produzem eletricidade, são eletro gênicos, mas, como percebem a eletricidade, também são eletro receptivos.

Existem espécies que não são eletro gênicas, sendo apenas eletro receptoras, como tubarões, detectando os campos fracos gerados por suas presas (qualquer coisa viva gera um campo elétrico fraco, que pode ser de apenas 0,01 micro volts), alguns mamíferos como o ornitorrinco também tem essa capacidade, mas parece claramente que a eletricidade funciona apenas debaixo da água.

Existem cerca de 500 espécies de peixes elétricos. Separamos aqui os peixes mais famosos e mais conhecidos.

Peixe Elétrico – Enguia elétrica

enguia eletrica peixe

A enguia elétrica (Electrophorus electricus) é o peixe elétrico mais famoso que pode crescer até 2,5 metros de comprimento e 20 kg. Habita as bacias do Amazonas e Orinoco, na América do Sul e no Brasil. Este peixe tem 3 pares de órgãos elétricos abdominais ocupando 4/5 do seu corpo. A Enguia Elétrica  gera dois tipos de descargas de órgãos elétricos (EODs) de diferentes órgãos elétricos: um EOD de baixa voltagem (cerca de 10 V) do órgão de defesa a taxas de até 25 Hz, e um EOD de alta voltagem (cerca de 500 V) emitido pelos órgãos principais para caça e defesa, com taxas mais altas de até várias centenas de Hz.

Grandes indivíduos podem produzir um choque de até 500 volts e 1 ampere de corrente (500 watts). É o suficiente para matar um cavalo, e metade desse valor é mais que suficiente para matar um humano.

Quando agitadas, enguias elétricas podem produzir choques elétricos fortes e intermitentes durante um período de pelo menos uma hora, sem sinais de cansaço. As espécies podem atordoar ou matar suas presas apenas tocando-as.

Peixe Elétrico – Torpedo Sinuspersici

peixe eletrico torpedo

Torpedo sinuspersici (Torpediniformes, 2 famílias, 11 gêneros, 38 espécies), com um corpo redondo e achatado. Esses peixes podem geram correntes elétricas de 8-220 volts. Alguns podem ter apenas 14,5 cm de comprimento até 1,8 m e 90 kg podem ser letais para humanos. As espécies mais conhecidas e poderosas são as do gênero Torpedo, descrito até mesmo pelos gregos antigos. Eles armazenam eletricidade nos tecidos que agem como uma bateria.

Peixe Elétrico – Peixe Gato Elétrico

peixe gato eletrico

Peixe Gato elétrico (Malapterurus electricus) representa um grupo de bagres africanos de água doce com a capacidade de produzir uma forte descarga elétrica de até 350 volts, o suficiente para matar um ser humano. Sua presa geralmente fica paralisada com choques elétricos. Esse peixe pode crescer até 1,2 metros de comprimento e 20 kg. Esse peixe vive no rio Nilo e os antigos egípcios conheciam o peixe gato elétrico que são representados em algumas imagens antigas. De cerca de 12 espécies conhecidas, a maioria não são mais que 30 cm de comprimento.

Peixe Elétrico – Peixes Elefante

peixe eletrico elefante

Peixes-elefante (Mormyridae, 18 gêneros, 203 espécies) vivem nas águas doces africanas, esse peixe fabuloso gera campos elétricos fracos para a eletro-localização, uma adaptação a águas turvas onde a visão é inútil. A eletricidade também é usada para comunicação entre e dentro das espécies. Muitas espécies têm modificações nos aparelhos bucais para facilitar a alimentação de pequenos invertebrados enterrados em substratos lodosos, daí o nome de peixe elefante. As extensões do aparelho bucal geralmente feitas de um alongamento carnudo ligado à mandíbula inferior são flexíveis e possuem sensores de toque e sabor. O comprimento máximo é de 1 metro mas a maioria das espécies tem menos de 30 cm de comprimento.

Peixe Elétrico – Peixes Faca Africano

peixe eletrico faca africano

O africano (Gymnarchus niloticus) vive em rios africanos e está relacionado com o pirarucu gigante da bacia amazônica, o maior peixe de água doce do mundo. Tem um corpo longo e esguio, sem barbatanas caudais, ventrais e anais. O Peixe faca Africano é noturno e tem visão pobre, gerando campos elétricos fracos para electro-localização. Desta forma, pode caçar na escuridão. Ele atordoa sua presa, mas suas descargas elétricas estão abaixo de 100 volts. Pode crescer até 167 cm e chegar ate 19 kg. A pele tem poros condutores para a corrente elétrica. Estes peixes não nadam através de movimentos ondulatórios, mas apenas com as barbatanas.

Videos de Peixes Elétricos

Vídeo surpreendente de peixes elétricos atacando suas presas, assista ao vídeo e veja que ate mesmo um pobre cachorro curioso foi atacado na amazônia por uma Enguia.

Ler e Compartilhar:

Peixe Beta, você conhece?

Peixe que Infla, saiba tudo!

 

Categorias:Animais Selvagens, Peixes

Marcado como:

Deixe um comentário, suas ideias são importantes para Pet Caramelo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.