Animais Selvagens

Peixe Xaréu

Tudo sobre o Peixe Xaréu

peixe xareu

Este grande peixe é maravilhosamente abundante no Oceano Atlântico e é um recurso popular para os pescadores comerciais e desportivos. O peixe xaréu quando filhote é listrado verticalmente ao longo de seus lados, mas à medida que amadurece, ele muda para um mesmo verde-azulado acima e prateado ou dourado abaixo. Normalmente os adultos medem cerca de 24 centímetros de comprimento e existem peixes Xaréu Gigantes que são maiores como esse da foto acima, podem chegar a 1,5 metro de comprimento total e a cerca de 25 quilos. Em geral, vive em pequenos cardumes, de três a dez indivíduos. Isso só se altera na época das migrações reprodutivas.

Onde encontrar o Peixe Xaréu?

O Peixe Xaréu é encontrado em ambientes oceânicos, estuarinos ou ribeirinhos. Isso é influenciado pelo estágio de vida do peixe. Eles são encontrados principalmente ao longo da plataforma continental, mas ocorrem em águas profundas como 100 m. Os peixes encontrados nessas águas profundas são geralmente indivíduos maiores. Os adultos, por outro lado, geralmente ocupam correntes a montante, recifes, áreas no mar ou áreas costeiras rasas. O Peixe Xaréu vive em uma variedade de temperaturas e salinidades. Os adultos geralmente habitam áreas com temperaturas entre 18 e 33,6ºC de água e as larvas são encontradas em áreas com temperaturas entre 20 e 29,4ºC de água. Tanto adultos quanto peixes mais jovens são geralmente encontrados em cardumes. No entanto, indivíduos maiores podem ser encontrados nadando nas águas sozinhos.

É um importante exemplar na pesca esportiva e comercial. Ao serem retirados da água emitem roncos atritando os ossos da faringe. O equipamento usado na pesca esportiva para a captura do xaréu é tipo médio; varas de ação rápida; linhas de 10 a 25 libras; anzóis de nº 1/0 a 6/0.

As iscas naturais mais usadas são paratis e tainhas e, as artificiais, como jigs, metais jigs e plugs de superfície e meia-água.

peixe xareu

Nome Científico: Caranx hippos
Família: Carangidae
Ordem: Perciformes
Distribuição: Regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil, desde o Amapá até o Rio Grande do Sul. Fora do Brasil ocorre no Pacífico Oriental e Atlântico Ocidental, do Canadá à Argentina.
Alimentação: Pequenos peixes, como paratis e sardinhas, e também camarões e outros invertebrados. Os jovens preferem zooplâncton e crustáceos.
Reprodução: Tem migrações reprodutivas, com grandes cardumes, entre novembro e janeiro, no sentido Sul-Norte.

O xaréu é um peixe de escamas, com coloração singular: no dorso, o tom é azulado; nos flancos, prata com nuances douradas; e no ventre, amarelado. Para fechar, ainda tem uma mancha negra na nadadeira peitoral e outra no opérculo, a peça óssea que protege as guelras.

Os indivíduos jovens têm cinco faixas verticais escuras no corpo e uma na cabeça. Conhecido também por aracaroba, cabeçudo, guaracema, guiará e xalerete, entre outros nomes, o xaréu é uma espécie oceânica que tolera grande variação da salinidade da água.

Nomes do Peixe Xaréu no Brasil e no Mundo

Os nomes comuns da língua inglesa incluem jack crevalle, cavalla preta, trevally blacktailed, caballi, cabalo, jack comum, jack couvalli, jack crevelle, jack verde, crevalle cavalo, carapau, olho de cavalo, kingfish, trevally e cavalli amarelo. Outros nomes são carngue cravalle (francês), jurel comun (espanhol), bolchoi caranske (russo), caballa (espanhol), camard (francês), carango cavallo (italiano), carangue crevalle (francês), carangue macoque (francês), cavalla (Espanhol), cavalli (francês), charo-largo (português), chumbo (espanhol), coa (português), cocinero (espanhol), corcovado (crioulo), couvalli (francês), cowreh (krio), crevalle toro (francês) ), crevalle (francês), enforcado (crioulo), enxareu (português), enxareu-macoa (português), grande carangue (francês), hevospiikkimakrilli (finlandês), hiraaji (japonês), jejerukan (malaio), jiguagua (espanhol), jurel (espanhol), jurel caballo (espanhol), jurel cola amarilla (espanhol), jurel comun (espanhol), kanxant (palicur), karang (francês), karanks atlantycki (polonês), kawre kanki (susu), kokalli (grego) macoa (português), munaguroaji (japonês), paeya (galibi), peixe-prussiano (português), prussiano (português), saaka (wolof), sargentillo (espanhol), taggmakrill (sueco), toro (espanhol) ), trnobokar (sérvio), uma-aji (japonês), xaréu (português), xaréu-cavalão (português), xaréu-macoa (português) e xaréu-olho-de-boi (português).

Ler e Compartilhar:

Tudo sobre o Peixe Beta

Conheça os peixem que dão choque

Categorias:Animais Selvagens

Marcado como:

2 respostas »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.