Raças de Cachorros

Cachorro Norfolk

Se você está procurando por um cãozinho pequeno, que seja também um bom cão de guarda, o Norfolk pode ser uma ótima opção! Esses pequenos peludos são fofos, sociáveis e adoram ficar grudados com seus donos e ao mesmo tempo são ágeis e tem muita energia pra gastar.
Eles se adaptam bem desde casas com muito espaço a apartamentos menores, e com donos de primeira viagem.



Historia e Origem

A raça foi originalmente desenvolvida junto com a Norwich Terrier, por volta de 1800 perto das regiões de Norfolk e Norwich, na Inglaterra – com a função de caçar e exterminar ratos em celeiros de fazendas. Acredita-se que foram desenvolvidos cruzando as raças: Border Terriers, Cairn Terriers e Irish Terriers.

No fim do século 19, esses pequenos exterminadores ficaram mais populares entre alunos da Universidade de Cambridge que começaram a cria-los para ajudar com seus problemas com ratos. Um destes primeiros criadores foi o estudante Jodrell Hopkins, que tinha um estábulo. Ele se juntou a um comerciante de cães em Cambridge e então, começaram a vender os filhotes para outros estudantes.

Vários criadores começaram a refinar a raça, tentando cruzamentos com raças diferentes como Bedlington Terrier, Staffordshire Bull Terrier e Irish Terrier. O Norwich Terrier checou aos EUA por volta de 1904.

A raça foi oficialmente reconhecida na década de 1930 nos EUA e na Grã-Bretanha. Até então, os cães com orelhas pontudas ou caídas eram misturados porque eram considerados da mesma raça. Porém, quando a raça foi reconhecida pelo English Kennel Club, as orelhas se tornaram um problema. Um dos criadores da raça, R.J. Read insistia que o padrão deveriam ser cães com orelhas pontudas e os defensores dos cães com orelhas caídas insistiram que o padrão incluísse ambos. No fim, os defensores das orelha caídas venceram e o padrão passou a incluir os dois tipos.

Por alguns anos, os criadores continuaram a criar cães com orelhas em pé para aqueles com orelhas caídas, mas então a pose característica das orelhas ficou irregular nos dois tipos e foi decidido que não era mais uma boa idéia.

Em setembro de 1964, o Kennel Club da Inglaterra permitiu a separação dos cães, permanecendo os Norwich Terriers com as orelhas pontudas e os Norfolk com orelhas caídas. Em 1979, os Norfolk e Norwich Terriers foram reconhecidos como raças separadas pelo American Kennel Club. Mas, fora as orelhas, os padrões da raça são muito semelhantes.

Temperamento e Características

O Norfolk, mesmo pequeno, é bem ativo, animado e brincalhão – as vezes até demais – o que pode ser cansativo para donos mais tranquilos. Ele é um cachorro curioso e pode ficar atrás de algo que o atraia, por muito tempo.

Por ser um “terrier”, ele irá querer caçar e cavar atrás de pequenos bichinhos como hamsters ou pássaros, e irá latir um pouco. Ao mesmo tempo, ele se dá bem com outros cachorros e pode conviver bem com um na mesma casa.

Além disso, ele precisa de bastante atenção para não se sentir infeliz ou entediado. É um cachorrinho bastante fiel à família.

O Norfolk se da bem com crianças? 

O Norfolk é um ótimo cão para famílias com crianças maiores, por volta de 10 anos, que irão ter mais cuidado com um cachorro de pequeno porte.

Como em todas as raças, você deve sempre ensinar as crianças a se aproximar e tocar no seu cachorro, além de supervisionar todas as interações entre eles para evitar mordidas, ou rabos puxados pelos pequenos.

Ensine seu filho a jamais se aproximar de nenhum cachorro enquanto estiver comendo ou dormindo ou tentar levar a comida dele. Nenhum cachorro, por mais amigável que seja, jamais deve ser deixado sem supervisão.

Saúde

Os Norfolks são geralmente saudáveis mas, como todas as raças e cães, eles podem ter problemas de saúde. Nem todos os Norfolks sofrerão certas doenças, mas é importante estar ciente delas se você estiver considerando esta raça. Se você está comprando um filhote, encontre um bom criador que mostre o histórico de saúde dos pais.

Doenças comuns nos Norfolks podem ser: doença da válvula mitral (uma anomalia cardíaca), displasia do quadril, luxação patelar (rótula) e sensibilidade à vacinação (os sintomas incluem urticária, inchaço facial, dor e letargia, podendo desenvolver complicações mais graves) – por isso é importante observar seu Norfolk cuidadosamente por algum tempo após a vacinação.

Algumas Doenças que podem afetar todos os cachorros:

Dicas e Cuidados

O Norfolk é um cãozinho simples de cuidar e manter, mas você precisa dedicar um tempo pra ele todos os dias.

Por ter bastante energia, se morar em um local sem tanto espaço, irá precisar de caminhadas ou brincadeiras diárias, por volta de 10 a 15 minutos. Eles podem ficar barulhentos se se sentirem entediados.

Eles são cães bem inteligentes e gostam de aprender. Porém, por serem naturalmente livres, podem demorar um pouco para aprenderem comandos. Um treinamento mais informal e positivo é a melhor maneira de fazer ele aprender. É importante ensiná-los a ficarem calmos caso ele se solte ou saia correndo por algum motivo. Nunca grite ou seja agressivo com eles pois eles são super sensíveis e podem ficar com medo ou agitados como resultado.

Norfolk cachorro brincando

 

Escove os dentes do seu Norfolk pelo menos duas ou três vezes por semana para remover o acúmulo de tártaro e as bactérias que espreitam dentro dele. A escovação diária é ainda melhor se você deseja prevenir doenças gengivais e mau hálito.

Apare as unhas do seu Norfolk uma ou duas vezes caso seu cachorro não desgaste as unhas naturalmente. Se as unhas estiverem clicando no chão, elas precisam ser aparadas. Veja como cortar as unhas do seu cachorro.

Seus ouvidos devem ser verificados semanalmente quanto a vermelhidão ou mau odor, o que pode indicar uma infecção. Ao verificar as orelhas do seu cão, limpe-as com uma bola de algodão umedecida isso ajuda a prevenir infecções. Não insira nada no canal auditivo; basta limpar o ouvido externo.

A pelagem do Norfolk

Os pelos do Norfolk são geralmente macios e felpudos por baixo e mais duros por cima, caem pouco e resistem bem a qualquer clima. Você poderá encontrá-lo em tons de ruivo, castanho claro e escuro e preto.

Seus pelos são um pouco desalinhados e por isso, precisam de um pouco de atenção para não embaraçarem. Uma a duas escovadas por semana, são suficientes.

Norfolk cachorro

Curiosidades

  • O Norfolk pode ser teimoso e dar um pouco de trabalho na hora de treiná-lo.
  • São cães agitados e gostam bastante de brincadeiras e gastar sua energia. Precisam de um pouco de exercícios diários para não ficarem entediados e latirem muito.
  • Tem um forte instinto de caça e perseguição, por isso é preciso ficar de olho neles!
  • Adoram cavar, então, cuidado com as plantas em casa ou buracos por onde eles possam fugir.
  • Tem uma leve tendência a obesidade, por isso, não ceda à carinha fofa deles pedindo por mais comida.
  • Sendo um cão pequeno, é considerado um cão de vida longa.
  • Nos EUA, os Norfolk são relativamente difíceis de encontrar. Menos de 300 filhotes nascem por lá todo ano e as ninhadas são pequenas.
  • Dentre figuras famosas que são fãs desses cãezinhos, estão as princesas Eugenie e Beatrice, e o ex automobilista Jackie Stewart.